Você está navegando em
26 de maio de 2021
Laborclin

Ágar Cromogênico VRE

<?php the_title(); ?>

Qual foi o último VRE isolado no Serviço hospitalar em que trabalho?

Enterococcus resistente à vancomicina (VRE) são microrganismos com características de resistência aos antimicrobianos da classe dos glicopeptídeos, sendo os fenótipos mais frequentes VanA e VanB. Estes fenótipos podem ser transmitidos por genes presentes em elementos genéticos móveis, podendo ser adquiridos por outras espécies de Enterococcus sp, ou de acordo com descrições encontradas na literatura disseminação para outros isolados clínicos, como Staphylococcus resistente à vancomicina (VRSA).

Além de impactos a saúde pública, decorrente da possível disseminação de genes de resistência, estes microrganismos podem estar distribuídos no ambiente hospitalar e acometer pacientes acamados/debilitados, como os internados em Unidade de terapia intensiva (UTI), trazendo agravo para saúde destes indivíduos.

Decorrente do aumento do número de casos do COVID-19 houve uma maior demanda no número de internações nos serviços hospitalares, sobretudo nas UTI’s. Nesse contexto à possível emergência de VRE e pesquisa de microrganismos multirresistentes, se faz necessária. O uso de meios cromogênicos específicos na pesquisa desses isolados, promove uma maior agilidade na pesquisa, propiciando um melhor desfecho diagnóstico e conduta terapêutica mais adequada.

A Laborclin oferece no seu catálogo de produtos da área clínica, meios de vigilância para pesquisa epidemiológica desses agentes.

Consulte-nos.

Deixe o seu comentário!








Cadastro de Newsletter
© 2021 - LABORCLIN - CNPJ: 76.619.113/0001-31 - Todos os Direitos Reservados