Você está navegando em
22 de maio de 2019
Laborclin

Ogawa-Kudoh

<?php the_title(); ?>

O método padrão para diagnóstico da tuberculose.

O Ogawa-Kudoh (OK) é um meio de cultura pronto para uso em tubos aplicado na pesquisa de micobactérias, isto é, bactérias altamente patogênicas, que causam doenças como a Tuberculose e Hanseníase. Na prática, o isolamento de micobactérias é um processo demorado, entretanto fornece resultados mais exatos.

O meio Ogawa-Kudoh consiste em uma alternativa técnica mais simples, permitindo a aplicação segura em laboratórios de pequeno e médio porte. As vantagens de usar o método Ogawa-Kudoh da Laborclin é que ele permite uma rampa de semeadura com maior superfície utilizável em relação ao meio distribuído em tubos, além de uma boca maior do tubo que facilita o manuseio.

Outras vantagens do Ogawa-Kudoh são o baixo risco de contaminação para o manipulador e a boa sensibilidade para a detecção do Bacilo de Koch, a bactéria causadora da tuberculose.

          A aplicação do Ogawa-Kudoh é indicada particularmente para amostras de escarro. Também permite que um laboratório de pequeno porte, sem recursos de equipamentos, realize a semeadura pelo método de Ogawa-Kudoh e envie ao laboratório de referência para a incubação e leitura.

A tuberculose

          De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a tuberculose é uma das dez maiores causas de morte no mundo, com cerca de 10 milhões de novos casos notificados por ano, levando mais de um milhão de pessoas a óbito. É uma doença infecto-contagiosa causada pela micobactéria chamada Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo de Koch (BK). A micobactéria pode infectar vários órgãos como pulmão, sistema nervoso, pleura, ossos e intestino.

          A transmissão da tuberculose acontece de pessoa para pessoa, de forma direta, consequentemente lugares fechados com aglomeração de indivíduos são o principal meio de transmissão. Ao falar, tossir ou espirrar, a pessoa com tuberculose lança gotas pequenas de saliva que contém a bactéria. Alguns fatores de risco para que a micobactéria se multiplique e se desenvolva rapidamente são a desnutrição, diabetes, uso de drogas e tabagismo.

          O tratamento da doença consiste basicamente no uso de antibióticos, com duração de seis meses, realizado diariamente através da ingestão de comprimidos. Mesmo quando tratada de forma adequada, a tuberculose pode retornar caso aconteça queda da imunidade em algum momento da vida. Para a prevenção da tuberculose existe a vacina BCG, aplicada durante a  infância.

Ainda está com dúvidas ou quer saber mais sobre o método Ogawa-Kudoh? Entre em contato com a Laborclin, especializada em produtos para laboratórios. O telefone é o (41) 3661-5050.

          
            

Deixe o seu comentário!

              
            
                                                                   
                                                                                                
        
        

        
      
Cadastro de Newsletter
© 2020 - LABORCLIN - CNPJ: 76.619.113/0001-31 - Todos os Direitos Reservados